Curta nossa página no facebook

Peixe Barrigudinho é forte aliado na guerra contra a Dengue.

Peixe Barrigudinho
Em Tobias Barreto-SE, cidade a 127 km da capital sergipana, uma prática cautelosamente pesquisada pelo Agente de Combate as Endemias Flamarion Cardoso dos Santos, vem surtindo grande efeito na luta contra a dengue.
FLAMARION CARDOSO DOS SANTOS
fonte: movam
Adotada pela Secretaria Municipal de Saúde, a prática proposta pelo agente de combate as endemias Flamarion, consiste em substituir o famoso "abate" (larvicida de uso no controle de vetores, também conhecido como Temephós) pelo peixe barrigudinho, um peixe de pequeno porte,atingindo cerca de 4 a 5cm de comprimento quando em fase adulta e seu prato preferido são larvas e insetos, o que contribui para a guerra contra a dengue.
Pesquisas feita por Flamarion, comprovaram a eficácia do peixe no combate as larvas do Aedes Aegypti desde de então a Secretaria Municipal de Saúde de Tobias Barreto vem adotando o uso do peixe em reservatórios de água em casas populares com o propósito de banir de vez a dengue do nosso convívio social.
O uso do peixe, no entanto requer alguns cuidados básicos para a continuidade da vida do peixe. Estes cuidados são:
*Colocar os peixes com carinho no reservatório de água, seja a lavanderia, caixas d'águas, com ressalvas as caixas elevadas do banheiro, pois nestas, se faz necessário colocar uma proteção na saída da água da caixa para que o peixe não escape e desça cano a baixo.
*Não deixar o reservatório com menos da capacidade total, e nestes casos é necessário que se complete o quanto antes a quantidade de água total do reservatório, proporcionando mais espaço de locomoção para os peixes.
Importante lembrar que a água fornecida pelas companhias geralmente vem com índices de cloro muito intenso, portanto, caso seja necessário completar a caixa d'água  e a quantidade de água na caixa for inferior a pouco mais que a metade do reservatório é sugerível que se retire os peixes e os coloque em um recipiente até que o nível de cloro atinja proporções que possibilite a vida dos peixes, ou seja, em média aguarde uns 3 dias para introduzir os peixes a nova água, o mesmo, também é preciso fazer em caso onde seja necessário lavar o reservatório.
Este peixe sobrevive até 11 anos quando em condições naturais e se reproduz com facilidade em reservatórios de água, no entanto, sua produção se mantém controlada, uma vez que quando a quantidade de peixes esta em excesso no reservatório os peixes adultos se alimentam dos peixes na fase inicial de suas vidas.
A secretaria municipal de saúde de Tobias Barreto fornece gratuitamente este peixe as pessoas interessadas no seu uso no combate a dengue para isso você pode solicita-lo na própria sede da secretaria que está localizada na praça da Igreja Matriz, Centro, Tobias Barreto- Se. Quaisquer dúvidas consulte seu agente de combate as endemias. 
Adote você também este soldadinho na luta contra a dengue!
Vamos acabar com a dengue juntos! 
Agradecimentos ao Agente de Combate as Endemias Flamarion Cardoso dos Santos pela brilhante pesquisa e pelas informações cedidas a este portal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Saiba mais clicando aqui
Ocorreu um erro neste gadget

Leia mais!